sexta-feira, 28 de abril de 2017

Fernando Miranda faz aquisição de equipamentos para modernizar a Câmara de Campo Maior


O Presidente da Câmara de Vereadores de Campo Maior, Fernando Miranda (PT) recebeu nesta sexta-feira (28) quatro notebooks e uma impressora multifuncional. Os equipamentos foram comprados pela casa legislativa através de um processo licitatório.

“Essa é a primeira etapa da informatização da Câmara de Vereadores de Campo Maior. Os computadores e a impressora serão utilizados pelo corpo técnico da casa”, informou o Presidente.

Ainda este ano a Câmara deverá receber mais máquinas e equipamentos que facilitarão os trabalhos dos servidores do poder legislativo campomaiorense.

ASCOM/CÂMARA

Prefeito inaugura calçamento no Bairro Cariri nesse sábado, 29.

Travessa Amapá, no Bairro Cariri, ganha pavimentação em menos de 4 meses

Após anos de reivindicação, moradores da Travessa Amapá, no bairro Cariri, ganharão 715m² de calçamento. Importante artéria de ligação com a BR-343, o tráfego agora poderá ser realizado com maior tranquilidade.

A pavimentação foi construída com recursos próprios da Prefeitura de Campo Maior, em parceria com o SAAE e será entregue nesta manhã de sábado 29 de abril, a partir das 8 horas.

Populares que acompanharam a obra, sentem-se satisfeitos com a mesma, uma vez que foi uma promessa de campanha do Prefeito Professor Ribinha e que em menos de 4 meses está sendo entregue, facilitando a vida de todos.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

1° Outlet de Campo Maior será realizado nos dias 20 e 21 de maio





Nos dias 20 e 21 de maio será realizado no Iate Clube o 1° Outlet Campo Maior. O evento é uma espécie de bazar de roupas novas que contemplará a moda feminina, masculina e infantil com descontos de até 70%. Alem de roupas, o outlet deve contar ainda com lojas de acessórios, calçados, cosméticos, serviços de estética e beleza.

O evento terá segurança particular, climatização, praça de alimentação e música ao vivo. A entrada é gratuita.

A ideia é disponibilizar um espaço para aquecer as vendas nas vésperas do festejo de Santo Antônio oferecendo roupas novas com descontos atrativos.

São esperados mais de 30 lojistas e a expectativa de público é que 05 mil pessoas passe pelo local durante os dois dias gerando um volume de negócios em torno de meio milhão de reais.

Os lojistas de Campo Maior, Altos, Piripiri, Castelo do Piauí e demais cidades da região poderão participar para comercializar suas mercadorias no evento. Os interessados devem entrar em contato através do 86-99434-4591 (whatsapp).

Secretaria faz remanejo de cisternas para famílias beneficiadas

O Município de Campo Maior em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Governo Estadual e Federal beneficiou nos dois últimos anos cerca de 300 famílias da zona rural com cisternas de polietileno. Os reservatórios são “frutos” do programa Água para Todos, implantado pelo Governo Federal, em 2013.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural – SMDR tem realizado o remanejo de alguns reservatórios, a exemplo, do que o ocorreu na semana passada quando a SMDR, fez a remoção de uma cisterna da Localidade Nova Fazenda e instalou na Localidade Pajeú.
O Técnico em Manutenção da SMDR, Carlos, explica que o remanejo de cisternas, tem ocorrido devido a mudança de moradia de alguns beneficiário. “Estamos fazendo a recolocação dessas cisternas para atender a necessidade de beneficiários, que estão construindo moradias em novos  endereços, como ocorreu na Comunidade Pajeú, e temos ainda na Comunidade Roça Nova,  próximo a serra de Santo Antônio, onde a família construiu uma nova residência, na mesma Comunidade, porém afastada da residência antiga”, disse o técnico.
Nesses casos o beneficiário deve procura a Secretaria ou o Sindicato para informar que vai mudar de endereço, para que a prefeitura possa enviar um técnico para prestar o serviço.
“Os beneficiários que passam a morar em outros municípios, perdem automaticamente o beneficio, e a Secretaria passa a contemplar outra família com aquela cisterna, como ocorreu na Localidade Angelim, que uma família foi embora, e outra será beneficiada”, acrescentou o Secretário de Desenvolvimento Rural, Airton Matos.
Cada cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água.

Novidade na Educação Superior: pessoas com deficiência entram no sistema de cotas

Pessoas com deficiência serão inseridas no programa federal de cotas de universidades federais de educação superior. A novidade está prevista no decreto que regulamenta a matéria. Com a mudança, o programa de cotas que já contemplava estudantes de escolas públicas, de baixa renda, negros, pardos e indígenas passa a atender essa parcela da sociedade.


O novo decreto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 24. Segundo o texto, o Ministério da Educação editará, no prazo de 90 dias, os atos complementares necessários à aplicação dos critérios de distribuição das vagas para esses públicos. “Até a publicação dos critérios de distribuição referidos no caput, a reserva de vagas, pelas instituições de ensino, seguirá a sistemática adotada no concurso seletivo imediatamente anterior”, diz o decreto.


Atualmente, as universidades federais reservam no mínimo 50% de suas vagas de graduação, por curso e turno, a alunos que tenham feito integralmente o ensino médio em escolas públicas. Dentro dessa reserva, 50% das vagas são para estudantes de famílias de baixa renda.


A destinação das cotas ainda segue a proporção de autodeclarados pretos, pardos e indígenas na população da respectiva Unidade da Federação onde a universidade está instalada. A lei de 2012 incluiu as pessoas com deficiência na divisão dessa cota. Para o cálculo da proporcionalidade nessas vagas, serão considerados os dados da população trazidos sempre pelo último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

ABBTur quer turismólogos na "nova" Lei Geral do Turismo

Açude Grande de Campo Maior - Foto: autor desconhecido/
Com certeza Campo Maior tem tudo para despontar como um dos mais importantes polos de turismo do Piauí e do Brasil. Nossas potencialidades estão sendo estudadas e catalogadas, para publicação de material que impulsione efetivamente nossa indústria turística.

Muitos são os profissionais da área de turismo existentes em Campo Maior. Muitos apostaram, desde a implantação pela Universidade Estadual do Piauí, na qualificação superior  do curso de Turismo.

Importante associação de representação dos turismólogos brasileiros, a Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (ABBTur) divulgou nota de repúdio à alteração da Lei Geral de Turismo. Em janeiro, a entidade havia proposto mudanças para "suprir demandas que vêm prejudicando a seleção e absorção de força de trabalho qualificada na atividade turística devido à falta de identidade do turismólogo, que foi retirada com o veto que sofreu a Lei n° 12.591/2012".

A associação, no entanto, entende que as "sugestões decididas pelos técnicos do Ministério do Turismo para alteração da Lei Geral do Turismo estão sendo decididas de forma excludente às propostas enviadas pelas entidades" e defende que os turismólogos sejam incluídos em tal legislação.

Confira a nota divulgada:
NOTA DA ABBTur 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Precisamos ter uma visão clara sobre a importância do turismo

Hoje, um dos temas mais frequentes nas rodas de conversas em Campo Maior é certamente o turismo. Com o início da Missão Gramado, a criação da Secretaria Municipal de Turismo, da movimentação da Secretária Dlany Frota, começamos a ter a certeza que o turismo deve ser tema obrigatório nesta e em futuras administrações.

Vislumbrada pelo empresário Dr. Hélder Eugênio como a maior potencialidade campo-maiorenses, o município tem vocação para o turismo, fonte que poderá melhorar a vida dos mais pobres. "Turismo não é um fim. turismo é o meio de melhorar a vida dos mais pobre", preconiza o empresário.

Começaremos no nosso blog a reproduzir matérias - as mais diversas - sobre esse poço petrolífero que temos aqui e em boa parte da região. Essas postagens facilitarão a compreensão do povo campo-maiorense e de nossas autoridades, quanto à necessidade de viajar nessa ideias. Afinal, turismo é uma ideia que deve ser encampada por todos nós.

É preciso analisar as opiniões de quem entende do assunto. Formar uma opinião deve está despida de caprichos pessoais, questiúnculas políticas e o olhar além do umbigo.

Viaje agora em um artigo de grande valia para nossa compreensão:




Criança com deficiência poderá ter cota de brinquedos em shoppings

Shoppings terão que cumprir Lei da Acessibilidade
O termo cota provoca entre as pessoas um rosário de discussões. Agora, quando o assunto é direito de crianças com deficiência, aí as coisas devem mudar. 
Senadora Regina Sousa - Relatora do PSL

Tramita no Senado Federal, proposta de Lei que obriga os centros de compras, os famosos Shopping Centers, a destinarem 5% dos brinquedos e equipamentos de suas áreas de lazer à crianças com deficiência.

A Senadora Regina Sousa, relatora do PLS 382/2011, manteve a redação final do texto, sendo necessário apenas que referidos centros cumpram o que preceitua a Lei da Acessibilidade.

Fonte e fotos: Agência Senado



 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Formação do Chão da Escola acontece nesta quinta-feira

O objetivo do projeto é contribuir com a melhoria do quadro educacional do Estado, impactando nos indicadores educacionais.

Será realizado nesta quinta-feira, 20, das 8h às 18h, no auditório do Centro de Formação dos Profissionais da Educação Antonino Freire, o encontro de formação que marca o início das atividades em 2017 do Projeto Chão da Escola. O evento contará com a presença de gestores de todas as 21 Gerências Regionais de Educação (GREs), contemplando todos os municípios piauienses.
A formação continuada dos professores, a que se propõe o projeto,  contempla a Meta 7 do Plano Nacional de Educação (PNE) e é uma das prioridades da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para assegurar o acesso e permanência dos alunos matriculados nas escolas. De acordo com a coordenação do Projeto, o objetivo do Chão da Escola é contribuir com a melhoria do quadro educacional do Estado, impactando nos indicadores educacionais.
Os Coordenadores de Ensino das GREs que estão à frente do Projeto Chão da Escola serão responsáveis por acompanhar as escolas onde o Projeto será desenvolvido de fato nos municípios e disseminar as informações trazidas na formação. Paralelamente, será feito o acompanhamento do projeto em cada Gerência através de uma equipe do Centro de Formação.
Conforme os gestores do projeto, os dados da avaliação estadual (SAEPI 2016) e do IDEB evidenciam a necessidade de um esforço do Poder Público em concentrar estratégicas didático-pedagógicas no processo de formação dos profissionais da educação que efetivamente proporcionem aos alunos, além da melhoria da aprendizagem, a consolidação  das competências e das habilidades a serem alcançadas em cada etapa/ano da Educação Básica.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Dia do Livro Infantil em Campo Maior vai até 30 de abril

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Escolas da Rede Municipal de Ensino promovem projetos de leitura 
O Dia Nacional do Livro Infantil foi comemorado nessa terça-feira (18). Criada em 2002, a data é homenagem ao escritor Monteiro Lobato, nascido em 18 de abril de 1882.

Crianças da U. E. Águida Maria da Conceição
Em Campo Maior as comemorações nas escolas públicas municipais foram marcadas com muita euforia e várias atividades foram realizadas, como rodas de leitura, teatro, contos, como forma de incentivar o Projeto de Leitura "Heróis do Saber", instituído pela Secretaria Municipal de Educação com o objetivo de melhorar a capacidade leitora dos alunos das séries iniciais. Segundo a secretaria, essa é uma maneira de incentivar as crianças matriculadas na rede municipal de ensino a desenvolverem várias habilidades leitoras e torná-las cidadãs mais sensíveis, conscientes e participativas.
Roda de Leitura - Escola Milton Soldani 

Por conta do Projeto, já implantado nas 27 escolas da rede municipal de ensino, a Secretaria de Educação de Campo Maior está realizando até o próximo dia 30 de abril, campanha de doações de livros paradidáticos, revistas e gibis, esperando arrecadar, através de vários parceiros, cerca de 2000 exemplares.

Os livro doados podem ser entregues na sede da Secretaria Municipal de Educação, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, SAAE, Prefeitura Municipal de Campo Maior, Academia de Letras, Academia do Corpo, Academia Eugênio, Comercial Carvalho, Uespi, Instituto de Ensino Intelectus, Colégio Leonardo Da Vinci, Educandário Menino Jesus, Colégio Jardim Encantado e Maçonarias.

Além dos parceiros que estão envolvidos no projeto, várias pessoas estão trabalhando voluntariamente sensibilizando a comunidade para o engrandecimento das ações que devem ser desenvolvidas nos próximos quatro anos, segundo informações.

Todo o desenvolvimento do Projeto Heróis do Saber está a cargo da Coordenação de Projetos da SEMED e é coordenado pela Professora Dra. Aucèlia Ramos. 

  

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Bullying continua desafiando escolas

Confira interessante matéria do R7 quanto à essa praga que assola nossas escolas.

Daniel (nome fictício), de 13 anos, estudava desde o 1.º ano do ensino fundamental na mesma escola e tinha muitos amigos. No ano passado, mudou o comportamento e passou a rejeitar o colégio. Chegou a faltar um mês inteiro e dizia para os pais que preferia morrer a ir para lá. A família procurou a escola quando descobriu que ele estava sofrendo bullying, mas não teve apoio. Insatisfeitos com a condução, os pais decidiram mudá-lo de colégio.
Há um ano, uma lei federal determinou que todas as escolas tenham ações contra esse tipo de violência. Mas pais e especialistas continuam relatando que muitas não adotam medidas efetivas de combate. A discussão do tema ganhou força na última semana com a repercussão da série da Netflix 13 Reasons Why, que trata de bullying e suicídio em uma escola americana.

Conselhos tutelares de 3 municípios recebem carros adquiridos com emenda da senadora Regina Sousa



Conselhos tutelares de 3 municípios recebem carros adquiridos com emenda da senadora Regina Sousa

Na manhã desta segunda-feira, 17, prefeitos e conselheiros tutelares dos municípios de Campo Maior, Monsenhor Gil e Picos receberam veículos adquiridos pelo Ministério da Justiça e Cidadania, através da Secretaria Especial de Direitos Humanos, com recursos de emenda da senadora Regina Sousa(PT). Os automóveis são modelo Citroen Airs Cross 1.6 ,2017. Além do veículo, os Conselhos receberão cinco computadores, bebedouro, refrigerador e impressora multifuncional. O valor da emenda para os três municípios foi de R$ 213.162,00.



O kit vai ajudar a equipar os conselhos tutelares dos três municípios, oferecendo mais condições para o trabalho no atendimento às vítimas de violência infanto-juvenil nesses municípios. Regina Sousa comentou que os veículos e equipamentos vão oferecer uma estrutura necessária para o exercício das atividades dos conselheiros, fortalecendo a garantia dos direitos humanos.



conselhocarro
Prefeito Professor Ribinha e a Senadora Regina Sousa
Estavam presentes na solenidade, a Senadora Regina Sousa, o Gerente de Projetos da Secretaria de Planejamento do Estado, Raimundo Pereira, o ex-prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, o Secretário de Relações Institucionais, Carlos Torres, e os conselheiros Assis Lima e Rosilda Cavalcante.

A solicitação dos kits foi feita à senadora Regina Sousa pelos gestores, conselheiros e lideranças. O economista Raimundo Pereira foi um dos que solicitou os recursos junto à parlamentar do PT. Informou que desde janeiro que os veículos estavam na concessionária em Teresina, mas faltava a liberação do Ministério da Justiça para ser feita a entrega. “O veículo vai dar agilidade ao nosso trabalho,” comentou o conselheiro Assis Lima, de Campo Maior, que foi o primeiro a sair dirigindo o novo veículo.

Assessoria de Comunicação da senadora Regina Sousa

domingo, 16 de abril de 2017

TURISMO: Faça sol ou faça chuva, Campo Maior tem opções

Não são as coroas dos rios mato-grossenses não, é a Barragem Salinas
Famílias visitam o local
A generosidade e exuberância da natureza; a associação de inúmeras possibilidades geográficas e a mão do homem, fazem de Campo Maior um celeiro de rotas turísticas, principalmente no período invernoso 

A barragem da Localidade Salinas, a 25 km do centro de Campo Maior, é um desses locais que atraem turistas de todos os locais do estado. Embora o acesso não seja bom, milhares de pessoas visitam o local no período de cheia dos rios, e não foi diferente na manhã deste Sábado de Aleluia, quando mais de quatro mil pessoas estiveram no local.

A cada dia cresce a consciência da necessidade de investimentos maciços, quer do Poder Público quanto da Iniciativa Privada, em explorar esses locais que fazem o prazer de tanta gente, além de impulsionar a economia local. Somente neste sábado, mais de trinta e oito barraquinhas estavam instaladas no local, sem contar com outros vendedores ambulantes, confirmando as palavras do empresário Dr. Hélder Eugênio, quando diz que "o turismo não é um fim, ele é um meio de melhorar a vida das pessoas mais pobres".

Emparedado, Corredores, Pedra Negra, Formiga, Salinas e tantas outras barragens, oferecem condições de exploração turística desde que investimentos sejam realizados, principalmente na infraestrutura do local e a melhoria do acesso, quase sempre feito por estradas vicinais que no período das chuvas são deterioradas.

  

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Veja sete possíveis temas para a redação do Enem 2017

Bastante interessante a postagem do Portal Extra sobre os possíveis temas para a Redação Enem 2017.

Fazemos a transcrição da mesma por entendermos que são pistas capazes de melhorarem nossa pontuação.

O professor de português Romulo Bolivar, há 14 anos dando aulas para turmas de pré-vestibular, deu ao EXTRA sete dicas de possíveis temas para a redação do próximo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017). Como é tradição da banca escolher assuntos atuais, ele aconselha o candidato a estar atento ao que acontece no Brasil:
- Ainda que o assunto seja tecnologia, por exemplo, o foco não será Japão, mas Brasil. A situação de outros países até pode surgir na redação como fator secundário e elemento de comparação. No entanto, o aluno deve demonstrar no texto conhecimento sobre o tema em relação à nossa realidade.

1- Mobilidade urbana e qualidade de vida
Uma boa redação sobre esse tema deve apresentar uma proposta de intervenção com múltiplos agentes sociais e não responsabilizar apenas os administradores públicos pela solução. Citar casos bem-sucedidos de outros países e comparar às particularidades das várias cidades brasileiras ajuda a demonstrar uma visão mais ampla e objetiva do tema.

2 - Tecnologia e relacionamento humano
Em temas como esse, muito próximos da realidade do candidato, o desafio é manter a imparcialidade na apresentação dos argumentos, ainda que alguns possam coincidir com sua realidade de vida. Presente no ensino, nos relacionamentos, nas pesquisas de opinião e nas diferentes instituições sociais, qual a real contribuição da tecnologia para as relações humanas?

3 - Como o homem lida com os recursos naturais
Para esse tipo de redação, citações relacionadas à biologia ou à geografia, bem como trechos de notícias e reportagens atuais, costumam valorizar o texto e, consequentemente, elevar sua nota nas competências 2 e 3.

4 - O impacto social e cultural da crise hídrica
Evite expressões como “água é vida”; citar os impactos da falta de água em diferentes setores sociais e ambientais pode demonstrar que o candidato, além de consciente, é mais bem informado.

5 - O legado imaterial dos Jogos Olímpicos de 2016
O candidato que enumerar os aspectos imateriais positivos das Olimpíadas deve oferecer em sua proposta de intervenção medidas objetivas que visem a preservar, mesmo depois dos Jogos Olímpicos, as experiências e contribuições do evento.

6 - Caminhos para o combate à homofobia
A vulnerabilidade das minorias foi tema nas duas aplicações da prova em 2016. É importante perceber que a expressão “caminhos para o combate” impede que o candidato refute a existência do problema. A melhor abordagem é sempre criticar a existência do preconceito, suas causas, consequências e indicar medidas que o resolvam.

7 - A inversão da pirâmide etária
Diante da nova perspectiva para longevidade e quantidade de filhos no Brasil, como ficam acessibilidade, saúde, a aposentadoria, a educação em nossa sociedade? Nesse caso, demonstrar conhecimento acerca de fatores históricos e demográficos, assim como citar a reforma da previdência de forma imparcial, é um dos melhores caminhos a serem seguidos pelo candidato.



Pastor é preso em Cuiabá por suspeita de pedofilia

Se fosse um padre, um umbandista, ou de outra religião qualquer, certamente que os meios de comunicação televisiva estariam com seus holofotes ligados e enfatizando como se não tivessem outros assuntos.

Confira matéria do UOL

Pastor é preso por suspeita de estupro de menores

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Qual o caminho das mães-meninas brasleiras?

Todos os dias professores de todo o Brasil, especialmente os que militam nas redes públicas, são submetidos a desafios. Nem sempre se está preparado para superar as dificuldades da sala de aula, da escola, ou até mesmo da família do estudante.

A gravidez precoce é comum na vivência da sala de aula, e como ela um dos motivos da evasão escolar, que leva para baixo os índices de grande parte das escolas.

A UOL Educação tem matéria bastante interessante sobre o tema gravidez na adolescência. As meninas-mães brasileiras - de lavra da advogada e mestre em administração pública Priscila Cruz - faz uma reflexão bastante interessante quanto ao assunto que tanto incomoda a escola e sua comunidade.

As meninas-mães brasileiras

Mudanças na lei trabalhista levam Brasil para era “pré Vargas”

Reforma Trabalhista - Senadora Regina Sousa
No dia em que o relatório da reforma trabalhista foi apresentado na Comissão Especial do PL 6787/2016 na Câmara dos Deputados, criticas as alterações previstas na legislação trabalhista brasileira ocuparam a primeira audiência do ciclo de debates proposto pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) para discutir o tema que, após aprovação na Câmara, será analisado pelo Senado.

A primeira reunião teve como tema o “negociado sobre o legislado”. Esse mecanismo proposto pelo governo permite a prevalência de acordos coletivos sobre empregados e empregadores sobre a legislação vigente. O texto do Executivo permitia essa possibilidade para 13 pontos como plano de cargos e salários e parcelamento de férias. O relator do projeto na Câmara, Rogério Marinho (PSDB-RN) abre essa possibilidade para quase 40 itens.

Para Renan Bernardi Kalil, procurador do Trabalho, o governo parte da premissa errada ao permitir o negociado sobre o legislado e a flexibilização das leis trabalhistas como mecanismo de geração de empregos e incentivo a retomada econômica. “A aprovação de tais medidas não conseguem dar conta desses objetivos e seriam premissas equivocadas do ponto de vista econômico, social e jurídico”, disse.

Ele explicou que Espanha e Portugal, que passaram por situações de dificuldade econômica entre 2008 e 2015 e aprovaram medidas similares ao negociado sobre o legislado brasileiro, não obtiveram êxito na retomada econômica e recriação de empregos por meio de tais medidas. “Em ambos os casos, verificando um ano antes e um ano depois da aprovação das medidas, não é possível verificar impacto positivo na geração de empregos nesses países. Isso desmistifica a ideia de que a aprovação dessa proposta contribui para a criação de empregos”, explicou.

A própria Organização Internacional do Trabalho (OIT), alertou Renan, coloca que qualquer medida ou disposição dentro do ordenamento jurídico permissiva a negociação coletiva como ferramenta para estabelecer condições de trabalho abaixo daquelas previstas em lei contraria o espirito das convenções do órgão e abrem possibilidade para o enfraquecimento da legitimidade das organizações sindicais. “Esse é um importante instrumento que leva a pacificação das relações coletivas de trabalho”, apontou.

Maria das Graças Costa, secretária Nacional de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), alertou para o fato de o relator da Reforma Trabalhista na Câmara ter ampliado o escopo da proposta original do governo federal, ampliando as alterações e revogações da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – Decreto-Lei 5.452/1943.

“Outros assuntos surgirão com a promessa de alterações em aproximadamente cem artigos da CLT. E acredito que o Senado debaterá com a devida responsabilidade todos esses assuntos. Com o acréscimo de tantos itens, essa reforma deve ser analisada antes de vir ao Senado pelo plenário da Câmara. Não dá para mudar a vida dos trabalhadores e alterar 70 anos de CLT em dois meses de debates”, criticou.

Parabéns, Carlos André e Eduardo Oliveira por mais uma conquista

Atletas campo-maiorenses dignificam nossa terra
Se não fosse pela postagem no Facebook, passaria quase despercebida a conquista de mais um título dos atletas campo-maiorenses Carlos André e Eduardo Oliveira, que subiram no pódio na capital alencarina nesse último domingo (9 de abril). Carlos André sagrou-se campeão na Categoria Médio e 3º no absoluto e Eduardo Oliveira sagrando-se em terceiro lugar no absoluto.

O Jiu Jitsu em Campo Maior cresceu significativamente nos últimos anos, graças à determinação de atletas que dignificam a bandeira de nosso município. E mesmo diante da ascensão do esporte, ainda é acanhado o patrocínio para as competições, o que torna difícil a participação em todas as etapas.

Para se ter uma ideia das dificuldades enfrentadas pelos atletas, para essa competição foi realizada uma rifa, o que se sabe ser insignificante para o tamanho do evento. O próprio campeão Carlos André, em sua página do Facebook agradeceu aos poucos patrocinadores.

Já para o Campeonato Brasileiro, em Barueri, São Paulo, os atletas estão motivando nas redes sociais mais uma rifa. Eles esperam com isso arrecadarem fundos suficientes para tão longa jornada.

Vale aqui uma reflexão quanto à participação do Poder Público no patrocínio de tais atletas: não será hora de investir maciçamente nas modalidades de alto rendimento? Afinal, esses desportistas precisam se preparar exaustivamente para fazerem a bandeira de Campo Maior tremular nos pódios do Brasil, e quem sabe, do mundo, pois pela qualidade de tais entusiastas podemos esperar que isso aconteça.






terça-feira, 11 de abril de 2017

Redação: ganhando tempo


É mais que possível tirar nota 1000 na redação do Enem. Não é nenhum 'bicho-papão' - como se dizia no meu tempo - mais uma questão de ausência da prática diária e da análise de outros textos. Como costumamos dizer: não há texto inédito. Um texto sempre é reflexo de outros textos, aqueles que passamos anos absorvendo nas nossas leituras diárias.

Há, sim, um certo grau de dificuldade quando o assunto é produção de texto, uma vez que há uma certa 'preguiça' em ler. Esse é o maior desafio, afinal, não se pratica diariamente para adquirir habilidades necessárias, já que competências estudantes do ensino médio as têm.

Treinar, treinar, treinar... Assim se faz um campeão... Assim, também, pode-se fazer bons textos e ser avaliado de forma positiva na prova de Redação do Enem. Quando um técnico de futebol vai enfrentar um adversário, normalmente ele assiste com seus jogadores partidas daquele time. Assim, também, pode-se fazer lendo textos escolares que foram bem avaliados.

Colocamos à disposição de nossos leitores e alunos do ensino médio, publicação do Portal G1 - Educação que incita à leitura de redações nota 1000 do último ENEM. A coletânea foi liberada nessa terça-feira, 11 de abril, pelo Inep.



segunda-feira, 10 de abril de 2017

Escolas são premiadas por atividades educativas sobre a água



João Gabriel Chaves - 1º lugar categoria desenho - Lar da Criança D. Abel Alonso
Os estudantes e professores das escolas da rede pública que venceram as atividades desenvolvidas sobre o tema “Água” receberam nessa segunda-feira (10) as premiações nas categorias: poesia, cartaz, dissertação e desenho. A abertura do evento contou com apresentação do coral de vozes do Lar da Criança Dom Abel Nunez.
Naiara na categoria dissertação

A competição teve como objetivo promover o consumo consciente do uso da água, por meio de atividades de educação ambiental e da mobilização da comunidade escolar.

De acordo com a Superintendente de Políticas Educacionais Maria Pessoa, a preocupação com a preservação dos recursos hídricos deve sempre existir em todas as esferas.  “Nosso trabalho é incentivar a valorização da economia de água e energia. Tudo começa com as crianças e sabemos que a partir do momento que uma coisa começa a dar certo, a tendência é que ela só cresça e melhore cada vez mais”, ressalta.

Para a gerente de ensino, Ana Cunha, que na oportunidade representou a Secretária Conceição Lima, a expectativa para a promoção de eventos desse tipo está cada vez mais positiva. “Agradecemos ao parceiro do projeto, em nome de João Lima, o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE de Campo Maior, que desde o primeiro momento abraçou a nossa ideia, disponibilizando material educativo e palestras nas escolas, receberam visita dos nossos alunos na Estação de Tratamento de Esgoto e em alguns Poços” salientou Aninha.

Na Educação Infantil: Escola Lar da Criança categoria: Desenho Aluno: João Gabriel Oliveira Chaves da Silva Professora:Ana Claúdia
Ciclo de Alfabetização: Escola Linoca Gayoso categoria: Cartaz Aluno: Ana Clara Araújo Gregório Professora: Joelma
4º e 5º Ano: Escola Raio de Esperança Categoria: Poesia Aluno: Isabelle dos Santos Moura Professora: Simone
6º ao 9º Ano: Escola Mano Castelo Branco Categoria: Dissertação Aluno: Maria Gracielle Silva Aragão Professora:Dasdores Ximenes
2ª colocação
6º ao 9º Ano: Escola Ágda Maria da Conceição Categoria: Dissertação Aluno: Nayara Dreyk de Moura  Professora:
EJA 1ª e 2ª etapa: Escola Porção II Categoria: Cartaz Professora: Luselena
EJA 4ª e 5ª etapa: Escola Mariema Paz Categoria: Dissertação Professora: Aracélia Lima e Francisca Barros

Marcaram presenças: professora Célia coordenadora de projetos da Semed, Iracema Brandão representando os gestores, Fabiana que representou a supervisão de ensino, Ana Greshen coordenadora de relacionamentos do SAAE e irmã Natividade. 

domingo, 9 de abril de 2017

Gabriela Pinho apresentará projeto que beneficia autistas

A vereadora Gabriella Pinho (Pros), apresentará nesta terça-feira (11 de março), na Câmara Municipal de Campo Maior, projeto de lei que visa dar mais proteção e ações governamentais aos autistas. Para a vereadora, a importância do projeto "é fazer com que a sociedade campo-maiorense passe a conhecer melhor as questões que envolvem o autismo e o poder público desenvolva ações mais eficazes e tenha uma política pública específica para as pessoas autistas".

Gabriela disse, ainda, que a ideia do projeto se deu quando passou a conhecer as dificuldades das famílias campo-maiorenses que têm autistas. "Nossa sociedade ainda engatinha e tem muito a evoluir quando falamos sobre o Autismo ou como caracterizamos atualmente nos Transtornos do Espectro Autista (TEA). Esta sensação é real e marcante quando conversamos com os pais destes pacientes e, ao mesmo tempo, olhamos em volta de nós mesmos, principalmente nas escolas públicas, nos ambientes comerciais, nos meios de transporte coletivo e, especialmente, nos familiares mais próximos destes núcleos familiares que conduzem estas crianças.

A vereadora explicou que "a desinformação e a ignorância acerca do assunto ainda assustam e tornam urgente tomada de decisões no sentido de expandir o conhecimento das características clínicas, dos principais prejuízos sociais e da evidência do mau funcionamento destes pacientes para estudar, compartilhar, se comunicar e se sentir realmente fazendo parte de nossa existência", afirmando que é por isso a importância do projeto que apresenta nesta semana.

"Lata d'água na cabeça" agora fica apenas na letra da múscia na localidade Realengo



Comunidade Realengo agradece ao Prefeito Professor Ribinha a água nas torneiras

Depois de 40 anos de sofrimento, moradores da localidade Realengo, zona rural do município de Campo Maior, ganharam da Prefeitura Municipal o sistema de abastecimento de água, que acaba definitivamente com o sofrimento de tantas famílias. "Lata d'agua na cabeça, lá vai Maria" fica apenas na letra da música. O sistema foi entregue na manhã de hoje pelo prefeito Professor Ribinha, bastante aplaudido pela comunidade.
A inauguração foi bastente prestigiada. O Prefeito Professor Ribinha se fez acompanhar do presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Miranda; do direotr geral do SAAE, João Lima, além de outras autoridades que pegaram carona na festa da comunidade.
Para atender toda a extensão da Localidade Realengo, foram implantados com recursos próprios, aproximadamente 1000 metros de distribuição de rede de água, com tubos de PVC (50mm), e ligações de 07 ramais domiciliares, um reservatório de 10 mil/litros, uma bomba com equipamento submerso e foi preciso instalar 100 m de rede de energia elétrica para o suporte da bomba.  
O prefeito Ribinha falou que são muitas as ações que a gestão tem realizado no município. “Tenho uma sintonia muito boa com o SAAE, e não tenho dúvidas de quanto temos avançado e precisamos avançar cada vez mais e para isso é preciso a integração dos servidores, que vai facilitar o progresso de nosso município. Como gestor nos sentimos realizados em levar os serviços de qualidade para a população, mais ainda, quando a gente consegue ver a mudança na vida dessas pessoas aqui de Realengo que tiveram a paciência de quase 40 anos, esperar por essa reivindicação, essa melhoria tão necessária” disse o prefeito.
Vereador Fernando Miranda, Prof. Ribinha e João Lima
João Lima falou dos desafios de criar condições para todo o município tivesse de fato a universalização do serviço de abastecimento de água. “Iniciamos pelas localidades maiores como: Água Fria, Alto do Meio, os Assentamentos, e hoje estamos atendendo as localidades menores na faixa de 10, 07 ou até 05 famílias, faltando pouco para atingir os 100% na zona rural, porque na zona urbana essa meta foi alcançada” enfatizou.
O diretor disse ainda: “o prefeito Ribinha vêm dando a oportunidade de trabalharmos para que brevemente podemos está anunciando a implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto, já que o SAAE está responsável pelo o Saneamento, juntamente com as secretarias de Limpeza e Iluminação Pública, é esse o nosso comprometimento com a população de Campo Maior” finalizou João Lima.
Para o conhecido morador de Realengo, o senhor Francisco Lustosa que passou 30 anos caminhando 1 km, dia a dia, para a Fazenda Amélia, transportando água para sua casa e para várias outras famílias, em sua carroça que hoje ele promete aposentar. “Estamos felizes em ter água nas torneiras de nossas casas, acho que é um sonho de todos nós, hoje mesmo dormir até mais tarde, porque todos os dias o costume era sair de madrugadinha” falou emocionado seu Chiquinho.  

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Turismo: Campo Maior é lugar de religiosidade - diz Mapa do Governo do Estado

Governo do Piauí lança Mapa do Turismo
Um guia para as belezas naturais e culturais do Piauí já está disponível para os interessados em conhecer melhor o Estado. O guia e aplicativo “Piauí Destino”, lançado nesta quinta-feira (6), traz dezessete cidades piauienses e destaca suas potencialidades a fim de fornecer informações importantes para quem for visitá-las.  
A edição é trilíngue: além do português, os tópicos estão em inglês e espanhol.  Informações de “como chegar até a cidade”, eventos tradicionais, praias, parques, açudes e culinária típica fazem parte do guia turístico.  Contatos úteis como polícia militar, hospitais, delegacia e associações também são encontradas no guia. 
Até uma “Pequena Enciclopédia de Piauiensidades” orienta os turistas a entender melhor as expressões usadas no cotidiano piauiense como, por exemplo, “bonito pra chover”, “bregueço”, “curica”, fela da gaita”, “oramarrapaz” e “mais fraco que caldo de peteca”. 
O coordenador de Comunicação do Estado, João Rodrigues Filho, explica que a iniciativa visa facilitar a divulgação das belezas piauienses. “A Coordenadoria de Comunicação tem como premissa divulgar as coisas positivas do Piauí. O nosso estado tem um potencial enorme no turismo, do litoral ao extremo sul, e é importante que todos saibam”, descreve.
O guia foi dividido em quatro grandes destinos:
 
1. Litoral, que contempla as cidades de Parnaíba, Luís Correia, Ilha Grande e Cajueiro da Praia;
 
2. Serras e Parques, com Piracuruca, Pedro II, Castelo do Piauí, Caracol, São Raimundo Nonato e Piripiri;
 
3. Cultura e Religiosidade, que inclui Campo Maior, Oeiras, Santa Cruz dos Milagres, Amarante, Floriano e Picos, e
 
4. Capital, que aborda Teresina.

Câmara Municipal de Campo Maior vai ganhar carro e moto

O poder legislativo de Campo Maior vai ganhar dois veículos.  O anúncio foi feito na sessão dessa terça (4) pelo presidente da Câmara Municipal vereador Fernando Miranda (PT). Um carro e uma moto devem facilitar o prestação de serviços dos parlamentares à comunidade e contribuir com trabalhos burocráticos da casa.

“Temos condições de obter, vamos realizar a licitação e comprar um carro e uma moto para a Câmara. A aquisição destes veículos é de extrema necessidade para permitir que os trabalhos da Câmara sejam mais eficientes e para estarmos mais próximos do povo”, defende Fernando.

“O carro vai servir para visitarmos os bairros, as comunidades rurais e conhecermos as necessidades da população; para as comissões que visitam órgãos públicos. Temos tramites para serem realizados em Teresina. Tudo isso será facilitado com esses dois veículos”, justifica o presidente.

Visita a Brasília
O presidente da Câmara comentou ainda sua visita a Brasília na semana passada. Ele revelou que na companhia do vereador Edvaldo Lima cumpriu agenda na capital federal e fechou parcerias que devem beneficiar os parlamentares, os servidores da Câmara e a população de Campo Maior.

“Renovamos uma parceria com o Interlegis, que nos proporcionará um portal modelo na internet, um curso de capacitação para nossos servidores e orientações para reformulação do nosso regimento interno. Tratamos ainda sobre a rádio e a tv Câmara para nossa cidade”, disse Fernando sobre a semana produtiva. 

fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal

Presidente da Fundespi visita à obra do Ginásio de Badminton na UFPI


Paulo Martins no maior empreendimento de esportes do Piauí
O Presidente da Fundação dos Esportes, Paulo Martins participou de um café da manhã na Universidade Federal do Piauí (UFPI) nesta quinta-feira (06) representando o Governador Wellington Dias na visita a obra de construção do Centro de Treinamento de Badminton.

Para o Reitor da UFPI, José de Arimatea o Centro de Treinamento será um marco no esporte do Piauí. “Tenho certeza que após a conclusão do ginásio, o badminton será ainda mais reconhecido no Brasil”, comentou destacando que a obra conterá quadra, academia, sala de musculação, alojamento, sala de imprensa, entre outros espaços.

“Teremos uma estrutura necessária para um ginásio de treinamento e que será modelo na America Latina”, destacou o reitor informando que a obra deve está concluída em no máximo em cinco meses. A obra é orçada em cerca de R$ 5 milhões de reais e é executada com recursos do Ministério dos Esportes.

O atleta Fabricio Farias, jogador da Seleção Brasileira de Badminton disse que está muito feliz com a construção do Centro de Treinamento. “É uma das melhores coisas que a gente já teve. Vai ser na nossa casa, no nosso espaço, e me sinto muito feliz de estar participando disso.”, disse o jogador afirmando que o Ginásio favorece o aumento da expectativa de medalhas.

O Presidente da Fundespi, falou que o Piauí é referencia nesta modalidade e elogiou a obra. “O Piauí está fazendo um projeto exclusivo e que deve ser modelo para o mundo que dará condição de aperfeiçoar o esporte”, frisou.

O evento teve a presença do presidente da Confederação Brasileira de Badminton, Francisco Ferraz, do Deputado Estadual Aluísio Martins, do reitor da UESPI, Nouga Cardoso, ex-Deputado Osmar Junior entre outras lideranças.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

SAAE investe em abastecimento na Localidade Realengo


As melhorias implantadas pelo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Campo Maior, não se resumem a sede do município, pois as comunidades rurais também têm recebido uma atenção especial, como o trabalho de implementação que vem sendo executado para melhorar o abastecimento de água.

No início do mês de abril, uma das localidades beneficiadas com a implantação da rede de distribuição de água é o Realengo. Os moradores de lá estão felizes com a execução dos serviços, que levará água encanada a todas as casas da comunidade.

Para atender toda a extensão da Localidade Realengo, foram implantados aproximadamente 1.000 m de distribuição de rede de água, com tubos de PVC (50mm), com ligações de 07 ramais domiciliares, um reservatório de 10 mil/litros, a instalação de uma bomba com equipamento submerso e foi preciso também instalar 100 m de rede de energia elétrica para o suporte da bomba.

Com essa obra concluída o SAAE de Campo Maior entrega mais um sistema para as famílias que viviam sem água encanada.